Generais de Kadafi estariam em Burkina Faso

O primeiro-ministro nigerino reiterou que seu país descarta a possibilidade de dar asilo ao ditador líbio

Niamey - Generais próximos ao ex-dirigente líbio Muammar Kadafi, atualmente foragido, estão em Burkina Faso depois de terem passado por Níger, informou nesta sexta-feira uma fonte tuaregue à AFP.

"Há três ou quatro semanas, um grupo de generais e altos dirigentes ligados a Kadafi entrou em Níger por Agadez (norte de Níger)", explicou a mesma fonte, sem informar a identidade dessas autoridades.

"Depois de uma estada em Tahua, região próxima a Agadez, seguiram para Niamey, capital nigerina, onde realizaram grandes operações bancárias no Bisic (banco líbio) antes de ir para Burkina Faso", acrescentou.

Na véspera, o primeiro-ministro Brigi Rafini, em visita a Burkina Faso, reiterou que Níger avisará se receber um eventual pedido de asilo por parte de Kadafi, e enfatizou que o líder líbio não se encontra no país.

Tanto Burkina como Níger afirmaram na terça-feira que descartavam a possibilidade de dar asilo a Kadafi.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.