G20 pedirá que acordo por imposto global seja finalizado até outubro

A tributação de empresas multinacionais com uma alíquota mínima é vista como uma chance para abrir cooperação entre países em outros temas
 (G20 Italy/Handout/Reuters)
(G20 Italy/Handout/Reuters)
Por ReutersPublicado em 09/07/2021 13:29 | Última atualização em 09/07/2021 13:29Tempo de Leitura: 1 min de leitura

Ministros das Finanças do G20 pressionarão para que os assuntos pendentes da proposta de uma taxa corporativa global sejam resolvidos até outubro e pedem que os que resistem a ele se juntem ao acordo, segundo a mais recente versão de seu comunicado de uma reunião em Veneza.

  • Quer saber tudo sobre o ritmo da vacinação contra a covid-19 no Brasil e no Mundo? Assine a EXAME e fique por dentro

O comunicado, que segundo duas fontes deve ser publicado sem mudanças, disse que os ministros também endossaram um acordo recente entre 131 países para taxar lucros de multinacionais e estabelecer uma alíquota global de imposto corporativo em pelo menos 15%.

"Pedimos (que os países envolvidos nas conversas) rapidamente resolvem os assuntos pendentes e finalizem os elementos designados dentro dos parâmetros acordados, junto com um plano detalhado para a implementação dos dois pilares até a nossa próxima reunião em outubro", disse o comunicado.

"Convidamos todos os membros (envolvidos na discussão) que ainda não se juntaram ao acordo internacional para fazê-lo".