França vê maior salto em número de pessoas em UTI com Covid-19 em meses

Novos casos confirmados também saltaram para a maior taxa semanal desde o fim de novembro, quando o país estava em seu segundo lockdown nacional

PARIS (Reuters) - A França informou nesta sexta-feira que 5.254 pessoas no país estavam em unidades de terapia intensiva com Covid-19, aumento diário de 145, maior variação em cinco meses.

Novos casos confirmados também saltaram para a maior taxa semanal desde o fim de novembro, quando a França estava em seu segundo lockdown nacional.

O ministério registrou 46.677 novos casos, 6,2% a mais do que há uma semana, elevando o total para 4,74 milhões.

Durante meses, o governo tentou conter a epidemia com toques de recolher e medidas de confinamento regional. Mas, diante de uma contagem crescente de casos e da pressão sobre o sistema hospitalar, o presidente Emmanuel Macron ordenou um novo lockdown em todo o país a partir da próxima semana.

A França também registrou nesta sexta-feira 332 novas mortes por Covid-19, elevando o total para 96.280, mas a nova contagem de óbitos incluiu apenas 32 mortes em lares de idosos durante três dias.

(Por Matthieu Protard e Geert De Clercq)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.