França vê ataque dos EUA na Síria como ferramenta para paz

Presidente francês, François Hollande, afirmou que o ataque deve servir como ferramenta para retomar as negociações de paz entre as partes em conflito
François Hollande: presidente francês disse que a ataque com gás nervoso na Síria era de natureza tática e foi lançado de uma aeronave (Axel Schmidt/Reuters)
François Hollande: presidente francês disse que a ataque com gás nervoso na Síria era de natureza tática e foi lançado de uma aeronave (Axel Schmidt/Reuters)
R
ReutersPublicado em 12/04/2017 às 08:52.

Paris - A França e o restante da Europa precisam usar o ataque com mísseis dos Estados Unidos na semana passada na Síria como uma ferramenta para retomar as negociações de paz entre as partes em conflito, disse o presidente francês, François Hollande, em entrevista publicada por um jornal nesta quarta-feira.

Na entrevista ao Le Monde, Hollande disse que informações de inteligência indicam que o ataque com gás nervoso que levou os EUA a atacaram uma base aérea síria era de natureza tática e foi lançado de uma aeronave.

Potências ocidentais e seus aliados no Oriente Médio culparam o presidente sírio, Bashar al-Assad, pelo ataque químico que matou 87 pessoas, incluindo 31 crianças, em uma cidade controlada pelos rebeldes, e têm feito pressão para isolá-lo.

O presidente russo, Vladimir Putin, também tem sido pressionado a romper com Assad.