França irá reconhecer Guaidó se Maduro não pedir votações neste domingo

Ministra francesa de Assuntos Europeus rejeitou a proposta de Maduro de antecipar eleições parlamentares

A França irá reconhecer o líder oposicionista Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela caso Nicolás Maduro não anuncie uma votação presidencial até a noite de deste domingo, disse a ministra francesa de Assuntos Europeus.

“Se até a noite o (presidente) Maduro não se comprometer com a organização de eleições presidenciais, então a França irá considerar Juan Guaidó como legítimo para organizá-las em seu lugar e nós iremos considerá-lo como o presidente interino até legítimas eleições na Venezuela (acontecerem)”, disse Nathalie Loiseau à tv LCI neste domingo.

Ela rejeitou a proposta de Maduro de antecipar eleições parlamentares como uma “farsa”.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.