A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Fome atinge níveis alarmantes no Sudão do Sul, alerta FAO

Segundo os especialistas da Organização das Nações Unidas, partes do estado de Unity (Norte) estão à beira da fome

O Fundo das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) alertou hoje (29) para os “alarmantes” níveis de fome no Sudão do Sul, com os alimentos atingindo preços recordes depois de dois anos de guerra civil.

Apesar de um acordo fechado em agosto, os combates prosseguem no país. Segundo os especialistas da Organização das Nações Unidas, partes do estado de Unity (Norte) estão à beira da fome.

“Foram feitos relatórios alarmantes de fome, desnutrição aguda e níveis catastróficos de segurança alimentar nas áreas mais afetadas pela violência”, informou a FAO em comunicado.

A organização alertou que a previsão para o resto do ano é sombria, tendo em conta o fim das provisões e uma temporada agrícola provavelmente fraca.

Depois de conquistar sua independência do Sudão em julho de 2011, o Sudão do Sul é, desde dezembro de 2013, palco de uma guerra civil, com combates entre as Forças Armadas, minadas por conflitos políticos e étnicos.

O governo e os rebeldes foram acusados de massacres, recrutamento e morte de crianças, violações e deslocamento forçado de populações.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também