FMI: impacto de distúrbios no Egito ainda não está claro

Porta-voz do fundo disse que implicações econômicas vão depender do tempo necessário para resolver as questões políticas no país

O Fundo Monetário Internacional (FMI) está preparado para auxiliar o Egito se necessário, mas avalia que ainda não está claro quanto representará o impacto econômico dos distúrbios políticos no país, informou uma porta-voz do fundo.

O recente aumento nos preços dos alimentos e combustíveis – e particularmente as preocupações com a importante rota do Canal de Suez, que poderia enfrentar problemas – podem ser temporários se o distúrbio político for de curto prazo, disse a porta-voz do FMI Caroline Atkinson.

“Nós não sabemos ainda como a situação econômica se desenvolverá porque não está claro como a situação política irá se desenrolar”, avaliou a funcionária durante uma entrevista à imprensa. “Isso realmente depende de como as coisas se desenvolvem.” As informações são da Dow Jones.