Fitch pede a PP espanhol reforma estrutural e cortes fiscais

A agência rebaixou em outubro a nota da Espanha de AA+ para AA- e nesta terça advertiu que poderia voltar a diminuí-la se não forem cumpridos os objetivos do déficit

Madri – A agência de classificação de riscos Fitch, que rebaixou o prêmio de risco da Espanha de AA+ para AA-, pediu nesta terça-feira ao Partido Popular (PP), vencedor das eleições de domingo, ‘uma reforma estrutural e fiscal ambiciosa e radical’ que ‘surpreenda positivamente’ aos mercados.

A agência rebaixou em 7 de outubro a nota da Espanha de AA+ para AA- e nesta terça advertiu que poderia diminuí-la novamente se não forem cumpridos os objetivos do déficit, se as perspectivas de crescimento piorarem ou dispararem os custos de recapitalização dos bancos.

Para a empresa, o novo Governo do Partido Popular, que terá uma maioria absoluta no Congresso dos Deputados, ‘precisa adotar medidas adicionais para cumprir os objetivos de déficit contidos no Programa de Estabilidade do país’, que neste ano é 6% do Produto Interno Bruto. 

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.