Mundo

Exército ucraniano afirma que cercou milhares de soldados russos na cidade de Lyman

A cidade de Lyman é um importante centro ferroviário do leste da Ucrânia que está sob controle de Moscou

Por AFP
Publicado em 01/10/2022 08:44
Última atualização em 01/10/2022 08:44

Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O exército ucraniano afirmou neste sábado que suas tropas cercaram milhares de soldados russos nas proximidades da cidade Lyman, um importante centro ferroviário do leste da Ucrânia que está sob controle de Moscou.

"As forças russas estão cercadas em Lyman", afirmou o porta-voz do exército no leste do país, Serhiy Cherevatyi, citado pela agência Interfax-Ukraine.

Ele disse que "entre 5.000 e 5.500 russos" estavam entrincheirados nos arredores de Lyman. Mas os combates mais recentes reduziram o número de soldados, acrescentou Cherevatyi.

Serguii Gaidai, governador da região vizinha de Lugansk, afirmou que os soldados russos de Lymam "têm três opções: fugir, morrer todos juntos ou a rendição".

Cherevatyi também anunciou que as tropas de Kiev recuperaram cinco localidades ao redor de Lyman, aumentando a pressão sobre os soldados russos que estão cercados.

Os anúncios acontecem um dia depois da anexação à Rússia de quatro regiões ucranianas em uma cerimônia com o presidente Vladimir Putin, medida condenada de maneira veemente por Kiev e seus aliados ocidentais.

O exército ucraniano conquistou grandes avanços territoriais nas últimas semanas na região de Kharkiv, ao noroeste de Donetsk, onde fica Lyman.


Veja Também