Evo Morales não poderá concorrer na próxima eleição, diz Jeanine Añez

Presidente interina da Bolívia afirmou que a candidatura de Evo Morales foi responsável pela onda de protestos no país

La Paz — A presidente interina da Bolívia, Jeanine Añez, disse nesta quinta-feira que o ex-presidente Evo Morales não poderá concorrer na próxima eleição presidencial do país, que, segundo ela, será convocada em breve.

"Evo Morales não está habilitado para um quarto mandato, por isso ocorreu toda essa convulsão, por isso aconteceram tantas manifestações dos bolivianos nas ruas", disse Añez.

Morales está atualmente asilado no México, após ter renunciado à Presidência da Bolívia, no domingo, em meio a protestos devido a um relatório da Organização dos Estados Americanos (OEA) que apontou irregularidades nas eleições em que ele havia sido reeleito para um quarto mandato.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.