EUA: Atirador de 17 anos é preso suspeito de matar manifestantes

Vídeos divulgados nas redes sociais mostram o atirador com uma arma de cano longo, que parece um fuzil, andando na região dos protestos

Um atirador de 17 anos, identificado como Kyle Rittenhouse, foi preso nesta quarta-feira, 26, acusado de homicídio após ter participado do tiroteio que matou duas pessoas e feriu uma terceira durante os protestos contra violência policial em Kenosha, Wisconsin, nos Estados Unidos.

Vídeos divulgados nas redes sociais mostram o adolescente portando uma arma de cano longo, que parece um fuzil, andando na região dos protestos. Ele tem interações com a polícia, que pede para ele deixar o local, mas em nenhum momento os agentes tentam contê-lo.

Há outras imagens circulando nas redes sociais, que mostram o momento exato em que uma das vítimas é atingida pelo atirador, que, segundo a imprensa internacional, estava com um grupo de supremacistas brancos. Os homens diziam que estavam fazendo a “segurança das propriedades privadas”.

Durante os protestos também foram registrados confrontos entre a polícia e os manifestantes, que lançaram fogos de artifício contra as forças de segurança, que responderam com balas de borracha.

A cidade litorânea de Kenosha tem sido abalada pelos protestos desde domingo, quando a polícia atirou em Jacob Blake, 29 anos, pelas costas, à queima-roupa, mesmo não estando armado.

A operação, capturada em vídeos, reacendeu os protestos sobre o racismo e o uso da força pela polícia nos Estados Unidos. Nas redes sociais, há diversas publicações comparando a ação da polícia com Black e com o atirador de 17 anos.

[ATENÇÃO AS IMAGENS A SEGUIR SÃO FORTES]

O presidente republicano Donald Trump disse na quarta-feira ter falado com o governador democrata de Wisconsin, Tony Evers, que concordou em aceitar o apoio das forças policiais dos Estados Unidos.

“HOJE, eu irei enviar a polícia federal e a Guarda Nacional para Kenosha, WI para restaurar a LEI e a ORDEM”! Trump escreveu no Twitter, sem elaborar.

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.