Mundo

EUA prometem US$ 200 mi em ajuda aos refugiados no Iraque

Obama diz que a ajuda dos Estados Unidos às famílias de refugiados é crucial para que consigam resistir e recuperar o território iraquiano dominado pelo EI


	O aumento dos ataques aéreos dos Estados Unidos, mais entregas de armas e os treinamentos ajudaram na luta contra as forças do grupo extremista
 (REUTERS/Jonathan Ernst)

O aumento dos ataques aéreos dos Estados Unidos, mais entregas de armas e os treinamentos ajudaram na luta contra as forças do grupo extremista (REUTERS/Jonathan Ernst)

DR

Da Redação

Publicado em 14 de abril de 2015 às 15h51.

Washington - O presidente dos Estados Unidos se comprometeu nesta terça-feira com US$ 200 milhões ao Iraque em uma ajuda humanitária aos refugiados que têm enfrentado os militantes do Estado Islâmico. Obama fez o compromisso financeiro durante uma reunião com o primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi.

Em uma coletiva de imprensa, Obama disse que as forças iraquianas estão ficando cada vez mais equipados e melhor treinadas. Ele também observou que o Iraque e uma coalizão liderada pelos Estados Unidos recuperaram cerca de um quarto do território que o Estado Islâmico havia capturado no país.

No entanto, Obama disse que o processo de recuperar o restante do território será longo e que a ajuda dos Estados Unidos às famílias de refugiados é crucial.

Al-Abadi disse que o aumento dos ataques aéreos dos Estados Unidos, mais entregas de armas e os treinamentos ajudaram na luta contra as forças do Estado Islâmico, mas ainda é necessário um apoio maior da coalizão internacional para "acabar" com eles e minimizar a crise na região.

Obama disse também que os dois líderes discutiram o envolvimento do Irã na luta contra os militantes do Estado Islâmico no Iraque, o que tem gerado preocupações, uma vez que acredita-se que as milícias têm recebido apoio iraniano.

Acompanhe tudo sobre:ArmasEmpréstimosEstado IslâmicoEstados Unidos (EUA)gestao-de-negociosIraquePaíses ricosTreinamento

Mais de Mundo

Milei denuncia 'corridas cambiais' contra seu governo e acusa FMI de ter 'más intenções'

Tiro de raspão causou ferida de 2 cm em orelha de Trump, diz ex-médico da Casa Branca

Trump diz que 'ama Elon Musk' em 1º comício após atentado

Israel bombardeia cidade do Iêmen após ataque de rebeldes huthis a Tel Aviv

Mais na Exame