EUA podem retomar ajuda alimentar à Coreia do Norte

Para isso, é necessária autorização da entrada de funcionários americanos na Coreia do Norte, explicou King, em meio ao aumento das tensões entre os dois países

O governo americano está disposto a considerar qualquer novo pedido da Coreia do Norte para reiniciar a ajuda alimentar suspensa desde 2009, se Pyongyang permitir o monitoramento da distribuição de alimentos, disse o enviado especial dos EUA para os Direitos Humanos nesse país, Robert King.

"Se houver um pedido de ajuda, é algo que estou certo que podemos considerar", afirmou o embaixador King.

O representante americano ressaltou que qualquer solicitação nesse sentido terá de levar em conta, porém, o pedido dos EUA e de outros países para que "o monitoramento da entrega dessa ajuda seja autorizado".

Para isso, é necessária a autorização da entrada de funcionários americanos na Coreia do Norte, explicou King, em meio ao aumento das tensões entre os dois países.

Os Estados Unidos entregaram ajuda alimentar para a Coreia do Norte entre final de 2008 e março de 2009. Cerca de 170 mil toneladas, do total de meio milhão previsto, foram enviadas até que Pyongyang tomasse a decisão de expulsar os funcionários americanos que monitoravam a distribuição.

Até agora, Pyongyang não solicitou a retomada dessa ajuda, enquanto Washington tenta pressionar a Coreia do Norte para que suspenda seu programa nuclear.

Nesta segunda-feira, uma página na Internet do governo da Mongólia revelou que o embaixador da Coreia do Norte teria solicitado ajuda alimentar a esse país, o que King não confirmou.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.