A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

EUA negam que planejaram invadir Venezuela, mas não excluem opção militar

Opção militar seria utilizada para "ajudar o povo venezuelano a recuperar a democracia"

Washington - Os Estados Unidos negaram hoje que o Governo do presidente Donald Trump chegou ao ponto no ano passado de planejar uma invasão militar da Venezuela, mas reconheceu que a opção continua sendo analisada como uma de muitas possíveis ferramentas para "ajudar o povo venezuelano a recuperar a democracia".

"Não houve uma invasão planejada", disse à Agência Efe um porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca (NSC, em inglês), órgão encarregado de centralizar a política externa, militar e de inteligência de Washington.

A fonte ressaltou, apesar disso, que os EUA vão continuar considerando "todas as opções que tem disponíveis", incluindo a via militar, "para ajudar o povo da Venezuela".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também