EUA convocam reunião especial da ONU sobre acordo nuclear com o Irã

O país persa ameaçou enriquecer seu urânio acima do nível previsto no acordo nuclear internacional como resposta às pesadas sanções impostas pelos EUA
 (Official President website/Handout/Reuters)
(Official President website/Handout/Reuters)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 05/07/2019 17:58 | Última atualização em 05/07/2019 17:58Tempo de Leitura: 1 min de leitura

Washington — A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), braço nuclear das Organização das Nações Unidas (ONU), deve se reunir no dia 10 de julho a pedido dos Estados Unidos para discutir um posicionamento sobre o Irã, que anunciou na segunda-feira ter ultrapassado os limites de urânio enriquecido estabelecidos pelo acordo nuclear internacional de 2015.

O Irã ameaçou, ainda, enriquecer seu urânio acima do nível de pureza de 3,67% previsto no acordo nuclear internacional. O país persa justifica as medidas como resposta às pesadas sanções impostas pelos EUA.

No início da semana, autoridades diplomáticas de várias nações europeias alertaram o Irã sobre a possibilidade de abrir um procedimento de disputa, que pode levar à reinstauração de sanções previamente suspensas pelo acordo nuclear sobre o país.