EUA: Atirador invade hospital na cidade de Tulsa e deixa quatro mortos

"Temos vários andares... com centenas de quartos e centenas de pessoas dentro do prédio. Estamos tratando isso como uma cena catastrófica", disse o capitão da polícia
Atirador invade clínica e deixa mortos e feridos, em Tulsa, nos EUA. (Tulsa Police/Twitter/Reprodução)
Atirador invade clínica e deixa mortos e feridos, em Tulsa, nos EUA. (Tulsa Police/Twitter/Reprodução)
D
Da Redação

Publicado em 01/06/2022 às 20:31.

Última atualização em 02/06/2022 às 16:37.

Nesta tarde de quarta-feira, 1, um homem morreu após invadir um hospital e atirar contra as pessoas com uma arma de fogo, na cidade de Tulsa, no estado de Oklahoma (EUA). O atirador matou quatro pessoas e também morreu.  

LEIA TAMBÉM: Atirador de Oklahoma queria matar cirurgião que operou sua coluna

A polícia de Tulsa foi notificada sobre um homem andando com um rifle no hospital St. Francis durante a tarde. O atirador foi ao Natalie Building, um prédio que conta com um ambulatório cirúrgico.

A polícia está vasculhando o prédio em busca de possíveis ameaças, e disse que existem “vários feridos e várias potenciais vítimas”.

Os policiais descreveram a cena como "catastrófica", segundo a imprensa local. "Temos vários andares... com centenas de quartos e centenas de pessoas dentro do prédio. Estamos tratando isso como uma cena catastrófica", disse o capitão Richard Meulenberg ao canal de televisão americano CNN.

LEIA TAMBÉM:

O que se sabe sobre Salvador Ramos, autor de massacre em escola no Texas

Tiroteio em escola no Texas deixa 19 alunos mortos

Marido de professora morta no Texas morre de infarto e deixa 4 filhos

'Ele mirou em mim': os arrepiantes testemunhos dos sobreviventes no Texas

Por que massacre no Texas não deve mudar lei contra armas nos EUA