Mundo

Estados Unidos alcança 2 milhões de casos de covid-19

Apesar de bater mais um marco, as novas infecções nos EUA têm se estabilizado; flexibilização de medidas de isolamento social já acontece

Pessoas de máscaras em NY: estado chegou a ser o epicentro da pandemia dentro do país, mas sua curva de infecção teve forte queda (Kevin Lamarque/Reuters)

Pessoas de máscaras em NY: estado chegou a ser o epicentro da pandemia dentro do país, mas sua curva de infecção teve forte queda (Kevin Lamarque/Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 11 de junho de 2020 às 07h13.

O número de infectados pelo novo coronavírus passou de 2 milhões nesta quarta-feira (10). De acordo com o monitoramento em tempo real da Universidade Johns Hopkins, o país tem 2.000.464 casos da covid-19. As mortes já chegam a 112.924.

O país tem o maior número de casos mundo, seguido do Brasil, que atingiu 772.416 nesta quarta-feira, de acordo com o Ministério da Saúde.

Apesar de bater mais um marco, as novas infecções nos Estados Unidos têm se estabilizado, num processo conhecido como achatamento de curva. Em diversos estados, como Nova York, a flexibilização de medidas de isolamento social já acontece. 

Nova York chegou a ser o epicentro da pandemia dentro do país, mas sua curva de infecção teve forte queda, assim como na maioria dos estados da costa leste, como é possível ver nesta série de gráficos da Jonhs Hopkins.

Acompanhe tudo sobre:CoronavírusEstados Unidos (EUA)

Mais de Mundo

Fãs de Trump se reúnem em Milwaukee para lhe dar apoio: "precisa saber que é amado"

Biden pede que país 'reduza a temperatura política' e que evite o caminho da violência

Nikki Haley é convidada de última hora como oradora para convenção republicana

FBI crê que atirador que tentou matar Trump agiu sozinho e não pertence a grupo terrorista

Mais na Exame