Estado Islâmico ameaça Espanha com novos atentados

Em vídeo, grupo celebrou atentado em Barcelona e se dirigiu aos cristãos: "não esqueçam do sangue dos muçulmanos derramado na inquisição espanhola"

São Paulo – Há poucos dias da série de atentados terroristas na região da Catalunha, o grupo terrorista Estado Islâmico divulgou na noite de quarta-feira um vídeo em que ameaça a Espanha com novos ataques.

A informação foi divulgada pelo SITE Intelligence Group, consultoria internacional especializada no monitoramento de atividades terroristas mundo afora. De acordo com Rita Katz, diretora da empresa, é a primeira vez que o grupo produz um vídeo em que seus militantes falam em espanhol.

Ainda de acordo com a consultoria, o vídeo foi gravado na Síria, país no qual o grupo baseou a maior parte das suas operações nos últimos anos. Rita lembra, no entanto, que o vídeo não traz imagens de ataques ou terroristas que não tenham aparecido anteriormente na imprensa mundial e que o EI ainda não comprovou ter conhecimento dos ataques na Catalunha antes de executados e nem a sua atuação na coordenação dos episódios.

Segundo o jornal espanhol El Pais, os dois terroristas que aparecem no vídeo foram identificados como Abu Lais Al Qurtubi, que mostra seu rosto, e Abu Salman al Andalusi, que aparece mascarado.

“Se você não pode viajar ao Estado Islâmico, faça a jihad onde estiver”, disse um deles, “os cristãos espanhóis, não se esqueçam do sangue dos muçulmanos derramado na inquisição espanhola”, acrescentou Al Qurtubi.

Ataques na Catalunha

Na semana passada, uma onda de atentados atingiu a região espanhola. O primeiro ataque acontecem em Barcelona, em La Rambla, conhecido ponto turístico, quando uma van atropelou dezenas de pessoas. O segundo, em Cambril, terroristas também tentaram atropelar pedestres, mas foram mortos pela polícia antes que conseguissem atingir um alto número de pessoas.

Ao todo, os episódios deixaram 15 mortos e 130 feridos. Doze terroristas foram identificados como parte dessa célula organizada pelo imã Abdelbaki Es Satty e oito deles foram mortos durante as operações policiais na semana passada. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.