Espanha suspende voos do Airbus A400M

Um A400M que saía da rede de montagem da Airbus em Sevilha (sul) caiu no sábado, deixando quatro mortos e dois feridos em estado grave

Madri - O ministro espanhol da Defesa, Pedro Morenés, anunciou nesta terça-feira que os aviões de transporte militar A400M que sairão da linha de montagem não serão autorizados a voar até que o acidente fatal de sábado no sul da Espanha seja esclarecido.

Um A400M que saía da rede de montagem da Airbus em Sevilha (sul) caiu no sábado, deixando quatro mortos e dois feridos em estado grave, durante um voo de testes antes de sua entrega à Turquia em julho.

Após este acidente, cujas causas são desconhecidas, Alemanha, Grã-Bretanha, Turquia e Malásia suspenderam os voos de aeronaves já em serviço. A França, que tem seis, mantém apenas os voos prioritários nas operações.

Morenés explicou que se trata de uma medida de precaução, em uma entrevista à rádio Onda Cero: "É evidente que, por razões de prudência e até que o resultado da investigação seja divulgado, não convém que os aviões que neste momento estão na fase de produção e prestes a fazer testes voem sem saber o que realmente aconteceu".

A Airbus considerou que "é muito cedo para conhecer o impacto que esta decisão terá sobre a rede de produção".

"Trabalhamos estreitamente com as autoridades militares e com nossos clientes para administrar esta situação", disse uma porta-voz.

O construtor aeronáutico disse que 20 aviões estão atualmente em diferentes estágios da rede de montagem.

Enquanto isso, um A400M planeja efetuar na tarde desta terça-feira um voo de testes entre Toulouse (França), quartel-general da companhia, e Sevilha.

Também está previsto que durante a tarde seja realizada na catedral de Sevilha uma cerimônia religiosa em memória dos quatro tripulantes mortos no sábado.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também