Espanha expulsa diplomata norte-coreano por testes com mísseis

O Ministério de Relações Exteriores reiterou ao embaixador a condenação da Espanha em relação aos sucessivos testes nucleares e o lançamento de mísseis

Madri – O governo da Espanha convocou nesta quinta-feira o embaixador da Coreia do Norte, Kim Hyok Chol, para lhe comunicar a decisão de reduzir de três para dois o número de funcionários da diplomacia do país asiático em Madri, em resposta aos testes com mísseis efetuados pelo regime de Kim Jong-un.

Segundo um comunicado do Escritório de Informação Diplomática, o Ministério de Relações Exteriores reiterou ao embaixador a condenação da Espanha em relação aos sucessivos testes nucleares e o lançamento de mísseis balísticos, principalmente após o último teste, que sobrevoou o Japão e caiu no Pacífico.

O governo espanhol ressaltou o pedido de uma “desnuclearização completa, irreversível e verificável” do arsenal norte-coreano por representar “um sério risco de conflito”.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.