Espanha anuncia imposto temporário sobre grandes fortunas

A ministra das Finanças, Maria Jesús Montero, disse que é um imposto solidário, que 23 mil pessoas pagarão, 0,1% dos contribuintes
Espanha: O governo também planeja aumentar a taxa de imposto de renda de 26% para 27% para renda acima de 200 mil euros (Blazquez Dominguez/Getty Images)
Espanha: O governo também planeja aumentar a taxa de imposto de renda de 26% para 27% para renda acima de 200 mil euros (Blazquez Dominguez/Getty Images)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 29/09/2022 às 21:14.

O governo de coalizão liderado pelos socialistas da Espanha anunciou nesta quinta-feira que os moradores cuja riqueza ultrapasse 3 milhões de euros (2,9 milhões de dólares) terão que pagar um novo imposto sobre ativos em 2023 e 2024. A ministra das Finanças, Maria Jesús Montero, disse que é um imposto solidário, que 23 mil pessoas pagarão, 0,1% dos contribuintes.

Disse que as pessoas com bens de 3 milhões a 5 milhões de euros pagarão um imposto de 1,7%; aqueles com entre 5 milhões e 10 milhões de euros, 2,1%, e fortunas superiores a 10 milhões, 3 5%. O imposto faz parte de uma série de ajustes previstos para o próximo orçamento que visa aliviar as dificuldades causadas pela inflação galopante e os preços de energia disparados.

O governo também planeja aumentar a taxa de imposto de renda de 26% para 27% para renda acima de 200 mil euros. O imposto sobre ganhos de capital para rendimentos superiores a 300 mil aumentará dois pontos porcentuais para 28%.

O Partido Socialista e seus parceiros de coalizão de esquerda Unidos Podemos concordaram com as medidas, que devem arrecadar 3 1 bilhões de euros nos próximos dois anos. O governo disse que usará esse dinheiro para financiar iniciativas que beneficiem pessoas de baixa renda.

LEIA TAMBÉM: 

Espanha equipara direitos de empregadas domésticas aos dos demais assalariados