Erdogan defende luta contra o EI e nega compra de petróleo

Erdogan também desafiou a Rússia a provar que a Turquia compra petróleo do Estado Islâmico

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, respondeu nesta quinta-feira às acusações de complacência com os jihadistas lançadas pelo presidente russo Vladimir Putin, dizendo que o compromisso de seu país com a luta contra o grupo Estado Islâmico é "incontestável".

"A posição de nosso país contra o Daesh (acrônimo em árabe do Estado Islâmico) tem sido clara desde o início", afirmou Erdogan em Ancara.

Erdogan também desafiou a Rússia a provar que a Turquia compra petróleo do EI.

"Aqueles que nos acusam de comprar petróleo do Daesh são obrigados a provar as suas acusações".

A tensão é cada vez maior entre Turquia e Rússia desde terça-feira, quando as forças turcas derrubaram, na fronteira síria, um avião militar russo que segundo Ancara violou seu espaço aéreo, acusação negada pela Rússia.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.