Erdogan cobra apoio da UE sobre a "zona livre" para refugiados na Síria

O presidente da Turquia pretende enviar mais de 1 milhão de refugiados da Síria para a região que era controlada pelos curdos

Istambul — O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, exigiu nesta quinta-feira o apoio da União Europeia (UE), ao projeto do governo que comanda de enviar mais de 1 milhão de refugiados da Síria para a região nordeste do país árabe, que foi tomado neste mês por tropas turcas.

O chefe de Estado criticou a atitude do Parlamento Europeu, que votou uma resolução de condenação da ofensiva das forças da Turquia e pediu embargo a venda de armas ao país.

"Ontem, no Parlamento Europeu foi proposta uma área de exclusão aérea da Síria. Ninguém propôs isso, quando o sangue corria ali. De repente, acontece algo assim", disparou Erdogan, em pronunciamento feito em Ancara e exibido pela emissora local "NTV".

O presidente turco apontou que se trata de desonestidade dos parlamentares do bloco e de que há uma moral dúbia da União Europeia.

"Isso não é bom. Estão assustados, porque dizemos que abriremos as portas. Não se assustem, quando chegar o momento, as abreiremos. Vocês também podem receber algumas centenas de milhares de refugiados", afirmou.

"Cada vez que chegam 100 pessoas na Grécia, eles nos telefonam. Aqui, há quatro milhões. Estamos decididos. Se alguém acha que a atitude humanitária da Turquia é fraqueza, não duvidaremos um momento sequer de mostrar o punho de ferro, em nossa luva de seda", completou.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.