Erdogan acusa sírios de romperem acordo de cessar-fogo em Aleppo

Presidente turco disse que irá conversar mais tarde por telefone com o presidente russo, Vladimir Putin, sobre a situação em Aleppo

Ancara - O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, acusou forças do governo sírio de romperem um acordo de cessar-fogo em Aleppo nesta quarta-feira, e disse que a Turquia está se esforçando para criar um corredor de retirada de pessoas da cidade síria.

Erdogan disse que irá conversar mais tarde por telefone com o presidente russo, Vladimir Putin, sobre a situação em Aleppo, a qual descreveu como "muito frágil". Ele falava a um grupo de administradores locais em Ancara, em comentários transmitidos ao vivo.

Erdogan também disse que preparações foram feitas para retirada de pessoas de Aleppo na Idlib, na Síria, e Turquia.

A desocupação planejada dos distritos rebeldes de Aleppo foi pausada nesta quarta-feira, à medida que ataques aéreos e bombardeios atingiram a cidade e o Irã disse ter imposto novas condições sobre o acordo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.