Em livro, sobrinha descreve Trump como narcisista mentiroso e "sociopata"

Meses antes da eleição, a obra já está no topo da lista de best-sellers da Amazon, logo à frente do livro de Bolton, que descreve Trump como incompetente

O presidente americano, Donald Trump, cresceu em uma família disfuncional com um pai "sociopata" intimidador, e isso fez dele um mentiroso narcisista, revelou sua sobrinha, Mary Trump, em trechos de seu novo livro publicado nesta terça-feira (7) por vários meios de comunicação do país. 

A publicação do livro "Too Much and Never Enough: How My Family Created the World's Most Dangerous Man" (sem título em português) foi antecipada de 28 a 14 de julho.

A menos de quatro meses da eleição presidencial nos EUA, a obra já está no topo da lista de best-sellers da Amazon, logo à frente do livro do ex-conselheiro de Segurança Nacional John Bolton, publicado em junho, que descreve o presidente Trump como corrupto e incompetente.

O irmão mais novo de Trump, Robert, tentou bloquear a publicação do livro de Mary na Justiça de Nova York, mas não obteve sucesso.

No entanto, uma ordem de restrição recente contra a escritora ainda está pendente, impedindo-a de falar ou escrever sobre a família, e será avaliada no tribunal em 10 de julho.

O livro é o primeiro sobre o presidente dos EUA escrito por uma parente, a psicóloga Mary. Aos 55 anos, a filha de Fred Jr., o falecido irmão mais velho de Donald Trump, ela narra suas experiências dentro de uma "família tóxica", a partir da casa dos avós.

A obra de 240 páginas "esclarece a história sombria da família para explicar como seu tio se tornou o homem que agora ameaça a saúde, a segurança econômica e o tecido social mundial", explica a editora responsável pela publicação do livro, a Simon & Schuster.

Em 1981, Fred Jr. morreu de complicações do alcoolismo aos 42 anos. O pai do hoje presidente, Fred Sr., morreu em 1999.

Diagnóstico clínico de narcisismo?

Segundo o Washington Post, no livro a autora combina "história familiar com análise psicológica do tio".

Ela afirma que seu tio atende a todos os critérios clínicos para um diagnóstico narcisista, observa o New York Times. Mas seriam necessários testes que o presidente nunca aceitará fazer, acrescentou.

A autora explica como o pai "intimidador" e "sociopata" de Donald Trump o desprezava e zombava dele. E como o atual presidente, sete anos mais novo que Fred Jr., adquiriu "comportamentos distorcidos" e aprendeu "a mentir para ser valorizado", como forma de se defender das humilhações do seu próprio pai.

Ele também afirma que o presidente americano pagou alguém para passar no vestibular, o SATs, segundo o Times, o que mais tarde permitiu que ele fosse aceito na prestigiada escola de negócios Wharton, da Universidade da Pensilvânia.

"Donald, seguindo o exemplo do meu avô, junto com a cumplicidade, o silêncio e a falta de ação dos seus irmãos e irmãs, destruiu meu pai. Não posso deixá-lo destruir meu país", escreveu Mary Trump, segundo a emissora CNN.

A porta-voz da Casa Branca, Kayleigh McEnany, declarou nesta terça que esse é "um livro de falsidades", embora tenha admitido que não o leu.

"São acusações ridículas e absurdas que não têm nenhuma verdade", ressaltou.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também