Em homenagens, Obama diz não se preocupar com segurança

Presidente disse que não se preocupa com sua própria segurança porque está bem protegido pelo Serviço Secreto dos EUA

Washington - No dia em que os norte-americanos fizeram homenagens por ocasião do 50º aniversário do assassinato do presidente John F. Kennedy, o presidente Barack Obama disse nesta sexta-feira que não se preocupa com sua própria segurança porque está bem protegido pelo Serviço Secreto dos EUA.

Kennedy foi morto a tiros em 22 de novembro de 1963, durante uma carreata em Dallas. A cobertura de sua limusine estava abaixada, tornando-o um alvo fácil para um franco-atirador.

A comitiva presidencial de hoje é muito diferente. O presidente viaja em uma limusine blindada com vidro à prova de balas, construída especialmente com a segurança presidencial em mente.

A equipe de segurança com armas pesadas acompanha a carreata presidencial em todos os momentos.

"Não é algo em que penso", disse Obama a Barbara Walters, da ABC News. "Principalmente porque temos um serviço secreto que faz um excelente trabalho a cada dia."

"E, obviamente, a tragédia reformulou o Serviço Secreto de muitas maneiras, e eles fazem um excelente trabalho."

Obama disse à ABC que Kennedy teve um impacto duradouro sobre o país, porque ele "capturou o idealismo" dos norte-americanos após a Segunda Guerra Mundial.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também