Mundo

Eletrobras começa a estudar financiamento de Angra 3

A usina está prevista para ser concluída em 2015

obras-angra3-veja-460-jpg.jpg (.)

obras-angra3-veja-460-jpg.jpg (.)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às 03h45.

Rio - A Eletrobras começa a desenhar o financiamento para a construção da usina nuclear de Angra 3, orçada em R$ 8,5 bilhões. A informação é do diretor de Finanças e de Relações com Investidores da Eletrobrás, Armando Casado de Araújo. Ele lembrou que o financiamento do projeto já foi aprovado pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE). De acordo com ele, cerca de 70% do empreendimento será financiado, "podendo chegar a 80%", nas palavras do executivo.

Araújo disse que a empresa está em negociações com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para financiar o empreendimento. "Há a possibilidade de o BNDES financiar em dólar", disse, comentando que seria vantajoso para a empresa, visto que a Eletrobras conta com um "hedge natural" (proteção) com a usina de Itaipu, que vende energia cotada em dólar.

Outras possibilidades de recursos que estão sendo analisadas pela Eletrobras é a de captação de recursos externos, além de capital próprio. A usina está prevista para ser concluída em 2015. O executivo participou hoje do seminário da Apimec sobre energia elétrica, no Rio de Janeiro.

Acompanhe tudo sobre:EletrobrasEmpresasEmpresas estataisEmpréstimosEnergiaEnergia elétricaEnergia nuclearEstatais brasileirasHoldingsInfraestruturaServiços

Mais de Mundo

Calor sufocante deixa 22 mortos e temperaturas acima de 45ºC no México

Irã diz que helicóptero de Raisi pegou fogo após queda e que não há sinal de ataque

'Memenager': Biden oferece R$ 440 mil para criador de memes para as eleições

Variante FLiRT do coronavírus: o que se sabe até agora

Mais na Exame