Dissidentes chineses fazem visita à esposa de prêmio Nobel

Pequeno grupo de dissidentes forçaram a passagem por guardas para visitar a esposa detida do prêmio Nobel Liu Xiaobo e entregar uma mensagem de apoio

Pequim - Um pequeno grupo de dissidentes chineses forçaram a passagem por guardas de segurança na semana passada para visitar a esposa detida do prêmio Nobel da Paz, Liu Xiaobo, e entregar uma mensagem de apoio, disse um dos dissidentes nesta segunda-feira.

Liu, um dissidente veterano envolvido nos protestos na Praça de Tiananmen em 1989 pró-democracia e esmagados pelo exército chinês, ganhou o prêmio em 2010. Ele foi preso no ano anterior e está cumprindo uma pena de 11 anos.

Sua esposa, Liu Xia, está em prisão domiciliar. Ela raramente tem permissão para sair e quase nunca pode receber visitas.

O amigo da família e dissidente Hu Jia disse que ele e um grupo pequeno passou entre os guardas no apartamento no subúrbio de Pequim na sexta-feira, aniversário de Liu Xiaobo, para serem recebidos por uma surpresa Liu Xia.

Hu disse que a visita durou apenas alguns minutos, e que Liu Xia expressou medo de que o governo daria punições contra ela pela visita.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.