Diretor de TV tunisiano condenado por exibição de filme

Nabil Karoui foi condenado a pagar multa de 2.400 dinares pela exibição do filme Persépolis

Tunis - O diretor do canal tunisiano Nessma, processado por "atentado ao sagrado" depois da exibição no ano passado do filme franco-iraniano Persépolis, foi condenado a pagar uma multa de 2.400 dinares (1.562 dólares).

"Nabil Karoui foi condenado a pagar multa de 2.400 dinares pela exibição ao público de um filme que perturba a ordem pública e que atenta contra os bons costumes", afirma o veredicto do tribunal de primeira instância.

O filme de animação Persépolis relata a vida de uma jovem iraniana que não aceita a repressão imposta pelo regime islâmico de Teerã. Ela foge do país para viver no exílio a própria revolução, a da adolescência e liberdade.

Outros dois funcionários da emissora foram condenados a pagar uma multa de 1.200 dinares cada.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.