Departamento dos EUA quer publicar e-mail de Hillary em 2016

São 55 mil páginas de e-mails correspondentes ao período 2009-2012, que a ex-secretária de Estado entregou ao Departamento de Estado

Washington - O Departamento de Estado americano propôs à Justiça divulgar em janeiro de 2016 os e-mails do período em que Hillary Clinton esteve à frente da diplomacia dos Estados Unidos, publicou nesta segunda-feira o jornal "Politico".

São 55 mil páginas de e-mails correspondentes ao período 2009-2012, que a ex-secretária de Estado entregou ao Departamento após a polêmica gerada pelo fato de Hillary ter usado durante esses quatro anos uma conta pessoal para suas comunicações, com um servidor privado.

Os e-mails estão sendo revisados por funcionários do Departamento de Estado, que agora propõe publicá-los no dia 15 de janeiro de 2016, apenas duas semanas antes do primeiro grande evento eleitoral das primárias democratas, o "caucus" de Iowa, previsto para 1º de fevereiro.

A divulgação desses documentos será a consequência de um protesto interposto pelo veículo de comunicação "Vice News", em prol da Lei de liberdade da informação.

"O Departamento entende o considerável interesse público destes documentos e está se esforçando para concluir a revisão o mais rápido possível", disse ao juiz o diretor de Programas de Informação e Serviços do Departamento de Estado, John Hackett, de acordo com o "Politico".

"No entanto, a coleção é volumosa e, por causa da amplitude de temas, da natureza das comunicações e do interesse de várias agências, apresenta muitos desafios", acrescentou, para propor depois o dia 15 de janeiro como data para sua publicação.

Caso o pedido do Departamento de Estado seja aceito, os e-mails de Hillary serão divulgados mais de um ano depois que foram entregues pela ex-secretária de Estado.

A ex-primeira-dama, que parte como favorita para ser a candidata democrata nas eleições de 2016, reconheceu em março que teria sido "mais inteligente" usar uma conta de e-mail oficial e garantiu que somente apagou as mensagens que continham comunicações pessoais, não as relacionadas com seu trabalho como secretária de Estado.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.