Dennis Rodman nega ter se encontrado com Kim Jong-Un

Ex-astro da NBA Dennis Rodman afirmou que durante sua estadia na capital norte-coreana não se encontrou com o número um do país, Kim Jong-Un

Pequim – Voltando de Pyongynag, o ex-astro da NBA Dennis Rodman afirmou nesta segunda-feira em Pequim que durante sua estadia na capital norte-coreana não se encontrou com o número um do país, Kim Jong-Un, considerado por ele, segundo declarações feitas em março, “um amigo para toda a vida”.

O jogador de basquete americano, que brilhou no Chicago Bulls, estava desde quinta-feira na Coreia do Norte, para onde viajou pela terceira vez para preparar a equipe nacional para uma partida que será organizada no dia 8 de janeiro, coincidindo com o aniversário de Kim.

Quando os jornalistas perguntaram em sua chegada ao aeroporto de Pequim se havia visto novamente o jovem lider, Rodman respondeu: “Não!”, para depois acrescentar: “o verei novamente”.

O ex-astro do basquete, conhecido por suas excentricidades, tatuagens, cortes de cabelo inusitados, assim como por ter vencido cinco vezes o campeonato da NBA, estabeleceu um inesperado vínculo pessoal com Kim Jong-Un, que sucedeu no poder norte-coreano seu pai Kim Jong-Il, falecido no fim de 2011.

Dias atrás, no que foi considerada uma punição política, o tio de Kim Jong-Un, Jang Song-Thaek, mentor de seu sobrinho durante seus primeiros passos na liderança do país, foi julgado e executado.

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.