Delegações sírias não estarão na mesma sala em negociações

Delegações do presidente Bashar al-Assad e da oposição no exílio não estarão na mesma sala nesta sexta

Genebra - As delegações do presidente Bashar al-Assad e da oposição no exílio não estarão na mesma sala nesta sexta-feira no início das negociações de paz em Genebra, diferentemente do que a ONU queria, confirmou uma porta-voz das Nações Unidas.

"É preciso ser paciente e ver como o processo evolui", afirmou à imprensa a porta-voz da ONU, Alessandra Velluci.

"Agora são necessárias negociações intensas para determinar qual procedimento será seguido", acrescentou.

O emissário especial para a Síria, Lakhdar Brahimi, planejava se reunir com a delegação do governo a partir das 11h00 (08h00 de Brasília) e com o grupo da oposição durante a tarde, após as 16h00 (13h00 de Brasília), declarou a porta-voz. "Avançamos passo a passo", acrescentou.

Segundo fontes das duas delegações, a oposição se negou a se sentar à mesma mesa que o regime, alegando que o governo sírio deveria aceitar o princípio de um governo de transição sem Assad antes de iniciar negociações diretas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.