Corpo de jornalista saudita desaparecido foi mutilado, diz CNN

Jamal Khashoggi trabalhava no The Washington Post e desapareceu em 2 de outubro após entrar no consulado saudita em Istambul

São Paulo – O corpo do jornalista saudita que teria sido morto no consulado da Arábia Saudita em Istambul, Turquia, foi mutilado depois de morto. A informação foi divulgada pela rede de notícias CNN, que disse ter ouvido um oficial turco envolvido nas investigações. O prédio no qual o consulado funciona foi alvo de perícia no início desta semana.

Jamal Khashoggi residia nos Estados Unidos e trabalhava para o jornal The Washington Post. Ele desapareceu depois de ir ao consulado saudita em solo turco para resolver pendências documentais no último dia 2 de outubro. Nunca mais foi visto. Como colaborador do jornal, escreveu diversas vezes sobre sua terra natal, incluindo críticas à guerra do país no Iêmen, a recente disputa diplomática com o Canadá e a prisão de ativistas dos direitos das mulheres.

Ainda segundo a CNN, a expectativa é a de que a Arábia Saudita reconheça que Khashoggi tenha morrido durante interrogatório realizado no consulado, marcando uma mudança na postura do país, que antes negava veementemente qualquer envolvimento no sumiço do jornalista.

O desaparecimento de Khashoggi desencadeou uma crise diplomática entre Arábia Saudita, Estados Unidos e Turquia e repercutiu negativamente mundo afora. Na ONU, a alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, pediu os governos da Arábia Saudita e Turquia que “revelem tudo o que sabem” sobre o caso. No mercado financeiro, executivos-chefes dos bancos HSBC, Credit Suisse e Standard Chartered, desistiram de participar de uma conferência na Arábia Saudita, conhecida como Iniciativa de Investimento Financeiro.

 

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.