Coreia do Sul confirma vitória de Park Geun-hye

Às 23h30 locais (11h30 de Brasília), com 83% das cédulas apuradas, a candidata do partido governante Saenuri já tinha 13,2 milhões de votos

Seul – A Comissão Eleitoral da Coreia do Sul confirmou a vitória de Park Geun-hye nas eleições presidenciais realizadas nesta quarta-feira, nas quais, com mais do 80 % dos votos apurados, a candidata conservadora já obtinha um apoio de 51,6%, informou a agência sul-coreana “Yonhap”.

Às 23h30 locais (11h30 de Brasília), com 83% das cédulas apuradas, a candidata do partido governante Saenuri já tinha 13,2 milhões de votos, enquanto o progressista Moon Jae-in, candidato do Partido Democrático Unificado (PDU), a principal força da oposição, somava 48%, ou seja, 12,3 milhões de votos.

A jornada eleitoral de hoje contou com a participação de 30,7 milhões de eleitores, 75,8% dos 40,5 milhões de sul-coreanos convocado às urnas.

Segundo a agência “Yonhap”, Park Geun-hye deve realizar um discurso público ainda hoje no centro de Seul para agradecer o respaldo mostrado pelo eleitorado do país asiático.

Antes de realizar seu discurso na simbólica Praça de Gwanghwamun, a candidata visitou a sede de seu partido para se reunir com jornalistas e membros do Saenuri, que celebraram a vitória de sua líder com aplausos e cânticos.

Embora o resultado oficial deva ser divulgado somente nesta quinta-feira, a vitória de Park, prevista pela maioria das pesquisas, que também antecipavam uma apertada disputa, transformará esta política de 60 anos na primeira mulher presidente da história da Coreia do Sul.

Park Geun-hye, solteira e sem filhos, é filha do falecido ditador Park Chung-hee, cujas políticas repressivas dos anos 60 e 70 impulsionaram um rápido avanço econômico no país. Segundo os analistas, Park recebeu votos de muitos idosos admiradores de seu pai.

Park substituirá seu companheiro de partido Lee Myung-bak como presidente da República de Coreia, cargo que assumirá somente em fevereiro para um mandato não renovável de 5 anos. 

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.