Coreia do Norte condena sul-coreano a trabalhos forçados

O réu teria admitido as acusações e sua entrada ilegal no país

Um missionário sul-coreano foi declarado culpado de espionagem na Coreia do Norte e condenado a trabalhos forçados para toda a vida, segundo a agência norte-americana KCNA captada em Seul.

A promotoria havia pedido a pena capital para Kim Jong uk, acusado de tentar organizar uma igreja clandestina na Coreia do Norte, segundo a fonte.

O réu teria admitido as acusações e sua entrada ilegal no país, segundo ainda a KCNA.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.