Comissão do Vaticano credita mais um milagre a João Paulo II

O papa João Paulo II se aproximou da santidade nesta terça-feira, depois que uma comissão de cardeais e bispos creditou a ele um segundo milagre desde a sua morte

	A Congregação para as Causas dos Santos decidiu que a intervenção do papa João Paulo 2º estava por trás da cura de uma mulher da Costa Rica em 1º de maio de 2011, de acordo com a mídia
 (WikimmediaCommons)
A Congregação para as Causas dos Santos decidiu que a intervenção do papa João Paulo 2º estava por trás da cura de uma mulher da Costa Rica em 1º de maio de 2011, de acordo com a mídia (WikimmediaCommons)
D
Da RedaçãoPublicado em 02/07/2013 às 16:59.

Cidade do Vaticano - O papa João Paulo 2º se aproximou da santidade nesta terça-feira, depois que uma comissão de cardeais e bispos ter creditado a ele um segundo milagre desde a sua morte, informou a imprensa italiana.

A cerimônia de canonização do pontífice polonês, que morreu em abril de 2005, poderia acontecer já em dezembro, segundo a agência de notícias Ansa. Este seria o avanço mais rápido para a santidade dos tempos modernos.

O estágio restante no procedimento é a assinatura do atual papa, Francisco, confirmando a decisão.

As autoridades do Vaticano não quiseram comentar.

A Congregação para as Causas dos Santos, órgão do Vaticano que analisa candidatos à santidade, decidiu que a intervenção do papa João Paulo 2º estava por trás da cura de uma mulher da Costa Rica em 1º de maio de 2011, de acordo com a mídia.

Ele já havia recebido crédito por pedir a Deus pela cura da freira francesa Irmã Marie Simon-Pierre Normand do Mal de Parkinson, o que ajudou a levar à sua beatificação em 2011, quando foi declarado um "abençoado" da Igreja.

Um segundo milagre é necessário para que alguém seja declarado santidade completa.

O sucessor de João Paulo 2o, Bento 16, dispensou uma regra da Igreja que normalmente exige um período de cinco anos de espera até que possam começar as preliminares para a santidade.

O pontificado de 27 anos de João Paulo 2º viu o colapso do comunismo na Europa Oriental, a partir de seu país natal, a Polônia.

Milhões de pessoas compareceram ao seu funeral, em 2005, e muitos gritaram "Santo Subito".