Comissão decide que debate será virtual nos EUA e Trump diz que não irá

Trump afirmou que não irá ao debate após a decisão da comissão organizadora de fazer o evento online. "Não vou desperdiçar meu tempo", disse

O presidente americano, Donald Trump, diz que não participará do próximo debate nos Estados Unidos após a decisão de que o evento será feito de forma virtual.

A decisão por fazer o debate online foi divulgada na manhã desta quinta-feira, 8, pela comissão independente que organiza o evento. Trump está com covid-19 e teria de ficar em quarentena ao menos até a semana do debate, em 15 de outubro.

Trump disse que não irá ao debate virtual minutos após a divulgação da decisão da comissão, em entrevista à Fox News. "Não, eu não vou desperdiçar meu tempo em um debate virtual", disse, afirmando que o formato é "inaceitável".

A campanha de Trump também disse na sequência que, em vez do debate, o presidente planeja fazer um comício no mesmo dia. 

A ideia era que os dois candidatos, Trump e o democrata Joe Biden, participassem de "locais remotos diferentes". O debate acontece na Flórida, mas só o moderador Steve Scully estaria presente no local, segundo o plano da comissão.

O primeiro debate foi em 29 de setembro, na última terça-feira, em Ohio. Trump foi diagnosticado com covid-19 três dias depois e uma série de funcionários da Casa Branca também vêm tendo testes positivos nos últimos dias.

Por ter sido diagnosticado na última sexta-feira, 2 de outubro, uma possível presença de Trump no próximo debate levantou questionamentos sobre a saúde dos participantes.

Ontem, no debate entre os vices Kamala Harris (vice de Biden) e Mike Pence (vice de Trump), a comissão já exigiu que os dois ficassem sentados e separados por placas de vidro. O objetivo era proteger as equipes trabalhando, os próprios candidatos e a moderadora.

Na ocasião do primeiro debate, Trump havia viajado com a assessora Hope Hicks, que foi diagnosticada com covid-19 horas antes do presidente -- ainda não se sabe o dia exato em que Trump foi infectado. O presidente e Biden mantiveram distância, mas houve preocupação sobre a saúde de Biden.

Os dois candidatos são do grupo de risco: Biden tem 77 anos (e fará 78 em um mês) e Trump tem 74 anos.

A eleição americana está marcada para 3 de novembro, daqui a menos de um mês. Segundo as últimas pesquisas, Biden tem nove pontos de vantagem nacionalmente e lidera em estados decisivos, embora com margem mais apertada.

Embora o vencedor do último debate tenha ficado pouco claro, Biden ampliou sua vantagem nas pesquisas desde então

Quase quatro milhões de eleitores também já votaram com antecedência ou pelos correios, o que é permitido nos EUA. A projeção é que os EUA tenham o maior número de votantes em um século, desde 1908.

As pesquisas com eleitores após o primeiro debate mostram que Biden saiu relativamente vitorioso, embora o embate de semana passada não tenha tido um ganhador claro em meio a interrupções seguidas e baixo nível de discussão.

Sondagem da CBS mostrou que 48% dos espectadores que assistiram ao debate consideraram Biden vencedor. Outros 41% disseram que Trump venceu e 10% avaliaram que deu empate.

A pesquisa da CBS também mostrou que 8 em cada 10 espectadores consideraram o tom do debate negativo e ficaram incomodados.

Debates cancelados no Brasil

Nos EUA, quem decide sobre as regras é a comissão, formada por membros independentes de diversos espectros políticos. O modelo é diferente do Brasil, onde não há um órgão organizador do tipo, e as regras do debate são acordadas entre as televisões que transmitem o evento e os partidos e candidatos.

A falta de acordo entre os participantes é parte do que está impedindo a realização de debates nas prefeituras em meio à pandemia. Emissoras como a Globo e a CNN já cancelaram seus debates com candidatos a prefeito diante dos riscos de contágio. A RedeTV também anunciou ontem que não terá os debates previstos.

No primeiro debate das eleições municipais em TV nacional até agora, na Band, realizado em uma série de capitais, algumas cidades tiveram mais de 5 candidatos presentes. A emissora disse que manteve o distanciamento e medidas de higiene e prevenção.

As TVs pedem que somente os quatro primeiros colocados nas pesquisas compareçam ao debate, mas os candidatos não conseguiram chegar a um acordo entre si. As emissoras também não concordaram ainda em realizar um debate virtual.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.