Cidade chinesa terá primeira eleição democrática

A abertura acontece após uma revolta que explodiu em dezembro no município chinês de Wukan contra o confisco de terras

Pequim - Os habitantes da cidade chinesa de Wukan, onde em dezembro explodiu uma revolta após o confisco de terras, iniciou nesta quarta-feira um processo que deve levar seus cidadãos a participar pela primeira vez em eleições democráticas.

Os representantes mais ativos da revolta começaram a votar para escolher uma comissão que terá a responsabilidade de organizar uma eleição local aberta a todos.

"A comissão eleitoral está em processo de formação para supervisionar a eleição, que será organizada na cidade no próximo mês", declarou à AFP um cidadão identificado apenas como Chen, por telefone.

A China, um Estado dotado de um sistema de partido único no qual os dirigentes não são eleitos, permite no entanto que nas cidades aconteçam eleições locais para a formação de comitês de representação.

"Wukan nunca teve eleições locais, esta será a primeira eleição democrática realizada em Wukan", disse Chen.

No fim de 2011, a revolta em Wukan se transformou em uma verdadeira dor de cabeça para o Partido Comunista na região de Guandong, uma próspera província situada nas proximidades de Hong Kong e considerada a vitrine do poderoso crescimento econômico da China.

Apesar da censura, a revolta foi seguida de perto por centenas de microblogs em toda a China.

As autoridades optaram inicialmente por uma vigorosa repressão e prenderam os líderes da rebelião. A região chegou a ser isolada, antes de Pequim adotar uma posição mais cautelosa para reduzir a tensão.

Assim, os residentes de Wukan receberam concessões, incluindo a autorização para organizar a votação.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.