China volta a elevar a taxa do compulsório dos bancos

Esta é a quinta elevação neste ano e busca fortalecer a administração da liquidez e controlar o crédito

Pequim - O banco central da China informou hoje que irá elevar a taxa do compulsório dos bancos em 0,50 ponto porcentual a partir de 29 de novembro. Esta é a quinta elevação neste ano e busca fortalecer a administração da liquidez e controlar o crédito. O compulsório corresponde à parcela dos recursos à vista que os bancos são obrigados a deixar depositado no banco central. 

A taxa do compulsório pode variar entre os bancos. A taxa oficial para a maior parte dos bancos chegará a 18% com a alta anunciada hoje, tomando por base os anúncios públicos do Banco do Povo da China (o banco central chinês). A decisão ocorre após indicadores divulgados recentemente mostrarem alta de 4,4% no índice de preços ao consumidor em outubro, a maior em dois anos. A elevação do compulsório anterior foi feita em 10 de novembro, quando a taxa foi elevada também em 0,50 ponto porcentual. As informações são da Dow Jones.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.