China põe em funcionamento gasoduto mais longo do mundo

Com 8.704 quilômetros de extensão, o gasoduto está localizado entre Horgos, na fronteira chinesa com o Cazaquistão, e as cidades de Xangai, Cantão e Hong Kong

Xangai - O gasoduto mais longo do mundo, com 8.704 quilômetros de canalizações, foi posto em funcionamento entre Horgos, na fronteira chinesa com o Cazaquistão, e as cidades litorâneas de Xangai, Cantão e Hong Kong, anunciou hoje a Corporação Nacional Petrolífera da China (CNPC).

Este gasoduto, o segundo que a China constrói desde o oeste ao leste do país, é formado por uma linha central que se ramifica em oito condutos regionais, e permitirá a chegada de gás natural desde a Ásia Central até várias das metrópole mais dinâmicas do gigante asiático.

O gasoduto, no qual foram investidos 142,2 bilhões de iuanes (US$ US$ 22,570 bilhões), dará provisão a uma zona habitada por cerca de 500 milhões de pessoas, segundo a CNPC.

A CNPC é a matriz da companhia petrolífera estatal Petrochina, a maior produtora de petróleo do país asiático e sua segunda maior refinaria.

A companhia petrolífera está aumentando sua produção de petróleo e gás no exterior, com projetos na Austrália e Canadá, enquanto expande sua rede também de oleodutos através da China para canalizar também petróleo desde Ásia Central.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.