China exige que EUA e Coreia do Sul parem manobras militares

O ministro das Relações Exteriores chinês considerou que a Coreia do Norte não é a única que deve cessar atividades para acalmar os ânimos na península

O ministro das Relações Exteriores chinês, Wang Yi, exigiu nesta quarta-feira o fim das manobras militares dos Estados Unidos e Coreia do Sul, assim como do programa armamentista nuclear da Coreia do Norte, para acalmar os ânimos na península.

"Por um lado, temos que parar as atividades nucleares da Coreia do Norte, que são uma clara violação das resoluções da ONU, mas, por outro, as manobras em grande escala em águas coreanas também devem parar pois igualmente não respeitam as resoluções quanto à questão", afirmou em uma coletiva de imprensa em Berlim ao lado de seu colega alemão Sigmar Gabriel.

"O perigo de que comecem novos conflitos a qualquer momento é grande, por essa razão pedimos a todas as partes que demonstrem sangue frio e evitem qualquer ato que poderá levar a novas provocações", alertou.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.