Casa Branca parabeniza União Europeia por acordo anticrise

O porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, afirmou que 'há sinais de progresso', mas que a UE precisa atuar de forma decisiva para afugentar a crise

Washington - A Casa Branca parabenizou nesta sexta-feira a União Europeia pelo acordo alcançado na cúpula de Bruxelas, na Bélgica, para reforçar a disciplina fiscal na zona do euro, mas afirmou que muito mais ainda precisa ser feito.

Em sua entrevista coletiva diária, o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, afirmou que 'há sinais de progresso', mas que a UE precisa atuar de forma decisiva para afugentar a crise.

Sobre o plano, Carney disse que é preciso que os países adotem medidas adequadas para impedir o contágio da recessão e apoiar os estados que necessitem de ajuda.

O porta-voz, no entanto, frisou que os EUA consideram que a crise é um 'problema europeu e que necessita uma solução europeia'. Carney não quis se pronunciar sobre a decisão britânica de não ratificar o acordo.

Um dos elementos do acordo é o fortalecimento dos fundos de ajuda do Continente. Os líderes decidiram antecipar a entrada em vigor do fundo permanente de resgate (MEDE) para julho de 2012 e manter o fundo temporário (FEEF) até meados de 2013. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.