Carro-bomba deixa mortos em shopping na capital da Somália

A polícia fala em 11 mortos e dez feridos até o momento
Somália: a explosão ocorreu em uma área repleta de lojas e restaurantes em Mogadíscio (Feisal Omar/Reuters)
Somália: a explosão ocorreu em uma área repleta de lojas e restaurantes em Mogadíscio (Feisal Omar/Reuters)
R
ReutersPublicado em 04/02/2019 às 12:10.

Mogadíscio - Um carro-bomba explodiu em um shopping center da capital da Somália nesta segunda-feira, matando 11 pessoas e ferindo 10, em um ataque que a polícia disse ter sido realizado provavelmente pelo grupo islâmico Al Shabaab.

A explosão ocorreu em uma área repleta de lojas e restaurantes do bairro de Hamarweyne, em Mogadíscio.

"Várias pessoas foram retiradas de um edifício em escombros no local da explosão. Até agora o saldo de mortes é de 11 civis e 10 outros feridos", disse o policial Mohamed Hussein.

Mais cedo Hussein havia estimado o saldo de mortes em duas pessoas.

Uma testemunha da Reuters viu uma pessoa morta no local, onde quatro carros ardiam em chamas e um restaurante foi destruído.

O Al Shabaab realiza ataques com bomba contra o governo e outros alvos em Mogadício e outras partes da Somália com frequência.

O grupo está tentando depor o governo central, que tem apoio ocidental, e estabelecer seu próprio controle, baseado em uma interpretação rígida da lei islâmica.

Os militantes do Al Shabaab também conduzem ataques fora da Somália. O mais recente foi no vizinho Quênia, um atentado suicida e com armas em um complexo de hotel e escritórios da capital Nairóbi que deixou 21 mortos.

O Al Shabaab quer que o Quênia retire suas tropas da Somália, onde estão mobilizadas como parte de uma força pacificadora africana que ajuda a defender o governo central.