Calderón nega mortes, mas diz que susto foi 'muito forte'

Em Monterrey, Calderón disse que até agora só há registro de pequenos danos que 'estão sendo verificados e reparados'

Cidade do México - O presidente do México, Felipe Calderón, afirmou nesta terça-feira que ainda não houve relatos sobre mortes no violento terremoto de magnitude 7,8 ocorrido nas regiões central e sul do país, abalo classificado pelo governante como 'um susto muito forte'.

Em Monterrey, Calderón disse que até agora só há registro de pequenos danos que 'estão sendo verificados e reparados'.

'Os hospitais, as clínicas, estão funcionando bem, com normalidade, alguns vidros estão quebrados, muito susto, muito pânico, é certo, mas estamos bem', acrescentou.

Calderón, que esteve em contato com o governador da capital mexicana, Marcelo Ebrard, disse que na Cidade do México também não há 'danos de grande proporção'.

No entanto, o presidente reconheceu que após o tremor houve 'muitas cenas de pânico' e 'muitos edifícios' tiveram que ser evacuados em diversos pontos do país.

Além disso, Calderón declarou que Ángel Aguirre, governador de Guerrero, estado onde foi registrado o epicentro do tremor, disse que não havia 'perdas de vidas humanas' e que as equipes de resgate tinham se deslocado para o município de Ometepec, na Costa Chica, região mais afetada pelo terremoto.


O tremor de magnitude 7,8 de acordo com autoridades mexicanas e de 7,4 segundo o Serviço Geológico dos EUA aconteceu às 12h03 locais (15h03 de Brasília) e seu epicentro foi detectado a 29 quilômetros ao sul de Ometepec, uma região próxima ao litoral dos estados de Guerrero e Oaxaca.

Até agora houve seis réplicas com magnitudes que vão desde 4,8 a 5,3, a maioria delas com epicentro em Ometepec.

Na cidade turística de Acapulco hotéis foram esvaziados, e na capital de Guerrero, Chilpancingo, não há luz na maior parte da cidade, e os serviços de telefonia estão saturados.

Na cidade de Puebla o tremor deixou pequenas rachaduras no palácio municipal, na catedral e no centro de convenções da cidade, enquanto no estado de Tabasco, no sul do país, o governador Andrés Granier não reportou incidentes. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.