Boko Haram pode ter libertado parte das 110 meninas sequestradas

As estudantes estavam em cativeiro desde o dia 19 do mês passado, após um ataque contra um instituto feminino

Abuja – Parte das 110 meninas sequestradas pelo Boko Haram há mais de um mês no nordeste da Nigéria foram liberadas pelos terroristas, nesta quarta-feira, na cidade onde foram raptadas, Dapchi, segundo informações dos veículos de imprensa locais.

“Meus familiares e colegas em Dapchi acabam de me informar que as meninas foram devolvidas nesta manhã”, afirmou o presidente da associação dos pais das estudantes desaparecidas, Bashir Manzo, ao jornal “Premium Times”, sem confirmar o número de meninas libertadas.

As estudantes estavam em cativeiro desde o dia 19 do mês passado, após um ataque contra um instituto feminino de Dapchi, no estado de Yobe, que lembrou a população do sequestro feito pelo Boko Haram de mais de 200 meninas na região vizinha de Borno, em 2014, das quais 112 ainda não foram libertadas.

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.