Biden tem 97% de chance de ganhar na Carolina do Sul, diz FiveThirtyEight

O site de pesquisa de opinião, conhecido por ter resultados certeiros, projeta vitória do ex-vice-presidente americano nas primárias deste sábado, 29
 (AFP/AFP)
(AFP/AFP)
Por Da Redação, com ReutersPublicado em 29/02/2020 16:00 | Última atualização em 29/02/2020 16:00Tempo de Leitura: 3 min de leitura

O site de análise de pesquisas de opinião FiveThirtyEight projeta que o ex-vice-presidente dos EUA Joe Biden tenha 97% de chance de ficar em primeiro lugar na primária do Partido Democrata na Carolina do Sul, realizada neste sábado nos Estados Unidos. O senador Bernie Sanders, segundo o site, tem 3% de chance de ganhar a disputa.

"Uma vitória de Sanders é plausível, mas seria registrada como uma das maiores reviravoltas de votação que vimos em uma primária", afirma o FiveThirtyEight.

O site ressalta que as pesquisas de opinião dão a Biden uma "vitória clara", embora haja "discordância sobre o tamanho da vantagem que ele tem". Na visão do site, a margem que Biden obtiver sobre o segundo colocado na primária, caso ele realmente vença, "provavelmente irá importar, influenciando a forma como a mídia vê sua vitória e, assim, afetando a maneira como os eleitores reagem às vésperas da Superterça".

A nível nacional, no entanto, o FiveThirtyEight projeta que Sanders tem 32% de chance de ganhar a maioria dos delegados até junho, seguido de Biden (16%) e do ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg (0,7%). Segundo o site, há 52% de chance de nenhum dos candidatos democratas conseguir o número suficiente de delegados para conquistar a indicação do partido na disputa pela Casa Branca contra o atual presidente americano, Donald Trump.

"Embora Biden esteja em boa posição para vencer na Carolina do Sul, as pesquisas nacionais sugerem que ele ainda tem trabalho a fazer se quiser alcançar Sanders em todo o país", analisa o FiveThirtyEight.

Das três primárias realizadas até agora, Sanders venceu duas (New Hampshire e Nevada) e praticamente empatou uma terceira (em Iowa, ficando 0,1 ponto percentual atrás do ex-prefeito Pete Buttigieg). Biden, por sua vez, amargou votações baixas e precisa vencer para mostrar que sua candidatura ainda tem poder de fogo.

Super Terça

Um dos principais desafios dos pré-candidatos democratas neste início de campanha acontecerá na chamada Super Terça, no próximo dia 3 de março, quando vários estados realizam votações no mesmo dia. Entre os estados da Super Terça estão Califórnia e Texas que, sozinhos, representam 600 dos 1.991 delegados necessários para assegurar a candidatura do partido à Presidência.

Sanders está à frente nas pesquisas nos dois estados. No Texas, o senador de Vermont tem 29% das intenções de voto, segundo pesquisa da rede de televisão CNN divulgada nesta semana. Biden tem 20%, seguido pelo magnata Michael Bloomberg (18%) e pela senadora Elizabeth Warren (15%). O ex-vice-presidente de Barack Obama perdeu 15 pontos percentuais no Texas desde a última sondagem feita pela CNN, em dezembro. Já Sanders e Bloomberg ganharam 14 e 13 pontos, respectivamente.

Na Califórnia, Sanders tem 35% dos votos, ante 14% de Warren, 13% de Biden e 12% de Bloomberg, ainda segundo a CNN. Por lá, Sanders caiu 15 pontos percentuais desde dezembro, enquanto Biden caiu oito pontos. Já Bloomberg ganhou sete pontos em intenções de voto.