Biden anuncia doação de 500 mi de vacinas da Pfizer para países pobres

Os Estados Unidos já doaram cerca de 160 milhões de doses de vacina contra covid a 100 países
 (Andrew Harrer/Bloomberg/Getty Images)
(Andrew Harrer/Bloomberg/Getty Images)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 22/09/2021 às 13:18.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta quarta-feira, 22, a compra de 500 milhões de doses da vacina da Pfizer contra a covid-19, a fim de doar esses imunizantes para países pobres. "Hoje, estou anunciando outro compromisso histórico. Os Estados Unidos estão comprando 500 milhões de doses da Pfizer para doar a países de renda baixa e média pelo mundo", afirmou o líder norte-americano, no início de um evento virtual convocado por ele sobre a pandemia.

  • Quer saber tudo sobre o ritmo da vacinação contra a covid-19 no Brasil e no Mundo? Assine a EXAME e fique por dentro.

Biden afirmou que esses imunizantes agora comprados devem ser embarcados a seus destinos "por volta dessa época do ano" em 2022.

Ele disse que os EUA já enviaram cerca de 160 milhões de doses de vacina a 100 países, "mais que todos os outros países somados doaram".

O presidente norte-americano lamentou que a doença já tenha matado mais de 670 mil americanos e, no mundo, cerca de 4,5 milhões de pessoas. "É uma tragédia global", enfatizou.

Biden comentou também que seu governo trabalha para ajudar outros países a conseguir produzir com segurança e eficácia vacinas contra a covid-19 em seus próprios territórios, citando a África do Sul como um dos exemplos dessa cooperação.