A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Bersani diz que seria "loucura" vender estatais italianas

O líder da centro-esquerda italiana disse ser contra a venda de empresas controladas pelo governo, incluindo o grupo de defesa e aeroespacial Finmeccanica

Roma - O líder da centro-esquerda italiana, Pier Luigi Bersani, disse nesta sexta-feira ser contra a venda de empresas controladas pelo governo, incluindo o grupo de defesa e aeroespacial Finmeccanica, envolvido em um escândalo.

"Neste momento seria uma loucura... Estou falando sobre Eni, Enel, sobre Finmeccanica", disse Bersani quando perguntado sobre potenciais privatizações em uma entrevista na televisão, referindo-se à estatal de petróleo Eni e a companhia de energia elétrica Enel. Ele acrescentou que a Finmeccanica poderia vender uma subsidiaria.

O presidente-executivo da Finmeccanica, que tem 30 por cento de participação do Estado, foi detido na terça-feira em uma investigação sobre corrupção em um acordo com a Índia por helicópteros.

A coalizão de centro-esquerda liderada por Bersani liderou a maioria das últimas pesquisas de intenção de voto antes da eleição nacional de 24 e 25 de fevereiro.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também