Mundo

Balanço de mortos em ataque a frota em Gaza cai para nove

Jerusalém - O ataque efetuado nesta segunda-feira por comandos da Marinha israelense contra uma frota humanitária internacional que se dirigia para Gaza deixou pelo menos nove mortos entre os passageiros, indicou uma porta-voz militar israelense. Segundo ela, o registro anterior de "mais de dez mortos" fornecido pelo Exército estava baseado em "informações errôneas". "Fomos informados […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 31 de maio de 2010 às 15h07.

Jerusalém - O ataque efetuado nesta segunda-feira por comandos da Marinha israelense contra uma frota humanitária internacional que se dirigia para Gaza deixou pelo menos nove mortos entre os passageiros, indicou uma porta-voz militar israelense.

Segundo ela, o registro anterior de "mais de dez mortos" fornecido pelo Exército estava baseado em "informações errôneas". "Fomos informados que nove pessoas mortas durante a operação", declarou à AFP sem indicar a nacionalidade dos mortos.

O Exército também indicou de sete a dez soldados feridos, sendo dois hospitalizados com ferimentos classificados de "sérios".

Uma certa confusão ocorreu durante o dia em torno do registro de mortos e feridos nos episódios de violência a bordo do barco turco Mavi Marmara, que fazia parte da frota.

Uma ONG turca em Gaza, que integrou o comboio naval, por sua parte mencionou pelo menos 15 mortos, na maioria turcos. Uma televisão israelense indicou 19 mortos antes de revisar seu registro para 10 mortos.

As estimativas sobre o número des passageiros feridos durante o ataque israelense variam entre 20 e 30.

Os feridos foram levados para quatro hospitauis em Israel, mas a gravidade de seus ferimentos não foi indicada.

Acompanhe tudo sobre:ONGsOriente MédioPolítica

Mais de Mundo

Se eleita, Kamala será primeira mulher a presidir os EUA

Kamala Harris confirma que será candidata e agradece apoio de Biden

Após desistir, Biden segue presidente? Quem vai substituí-lo? Veja tudo o que se sabe

Antes da desistência de Biden, principais doadores sinalizaram apoio à nomeação de Kamala Harris

Mais na Exame