Mundo

Avião movido a energia solar não consegue completar voo

Problemas técnicos durante o voo fizeram o avião suíço voltar a Bruxelas

Aviação suíço movido a energia solar (AFP/Thierry Roge)

Aviação suíço movido a energia solar (AFP/Thierry Roge)

DR

Da Redação

Publicado em 12 de junho de 2011 às 08h59.

O avião suíço Solar Impulse, impulsionado por energia solar, deu meia volta neste sábado de volta a Bruxelas, devido a dificuldades durante o voo, renunciando a seu objetivo de alcançar o aeroporto de Le Bourget, perto de Paris, anunciou uma porta-voz à AFP.

O aparelho, que decolou da capital belga, teve de dar meia volta logo depois de entrar em território francês, segundo a porta-voz do Solar Impulse.

"Não há nenhuma pista de aterrissagem intermediária, e como as baterias de energia estavam diminuindo, preferimos dar meia volta para não colocar a vida do piloto (André Borschberg) em perigo", explicou a porta-voz.

O avião tentará de novo na semana que vem alcançar Le Bourget, quando a meteorologia permitir, assegurou a porta-voz. O Solar Impulse é o convidado de honra do Salão Internacional da Aeronáutica e do Espaço de Le Bourget, que abrirá em 20 de junho.

Acompanhe tudo sobre:AviaçãoEnergiaEnergia solarInfraestruturaInovaçãoSetor de transporte

Mais de Mundo

Por que Taylor Swift pode influenciar Banco da Inglaterra na decisão sobre as taxas de juros

Por que o apoio financeiro de Hollywood a Biden pode estar ameaçado

Quantidade de poeira no ar caiu em 2023, diz agência da ONU

'Praticamente nada' impedirá a guerra de Israel em Gaza, diz juíza sul-africana

Mais na Exame